Medicina de precisão: Você sabe o que é?


Assim como em diversas outras áreas, a tecnologia também deve estar presente na saúde. Podemos identificar seus avanços no diagnóstico de pacientes, novas práticas de tratamento, novos equipamentos, etc. Além desses pontos essenciais, também podemos citar a medicina de precisão.

Essa nova prática tem como intuito principal oferecer um tratamento mais eficaz e personalizado para os pacientes, com base em uma análise clínica aprofundada e detalhada. Para isso, a Medicina De Precisão é fundamental e você deve começar a aplicá-la já na sua clínica! Continue lendo este post para saber mais.

O que é medicina de precisão?

É uma modalidade de tratamento mais personalizada e assertiva. Para isso, a medicina de precisão utiliza informações colhidas de forma tradicional para o diagnóstico do paciente, como histórico, sintomas e resultados de exames, somado ao seu perfil genético.

Dessa forma, todas essas informações juntas permitem que o médico indique um tratamento mais personalizado e eficaz para cada paciente.

Vamos supor que no mesmo dia você atenda dois pacientes com quadros clínicos muito parecidos. Os dois apresentam pontos semelhantes no histórico, e por isso, é provável que o mesmo medicamento seja receitado nos dois casos. Mas, é impossível saber como essas duas pessoas vão reagir ao remédio.

Pode ser que um deles se adapte perfeitamente ao tratamento, enquanto o outro apresente efeitos colaterais. Mesmo tendo a mesma doença, o que difere esses dois pacientes é o seu genoma, fator essencial para a medicina de precisão. Ela indica o medicamento que não irá causar efeitos colaterais e que irá produzir o melhor resultado para cada paciente.

Como ela funciona?

A medicina de precisão surgiu a partir do entendimento de que as sequências e alterações genéticas de cada pessoa podem ser utilizadas na prevenção de doenças e no tratamento médico. Assim, é possível identificar quais remédios serão mais assertivos.

Para fazer essa análise, a medicina de precisão leva em consideração o genoma de cada paciente e suas inter-relações com o ambiente, como microbioma, lipidoma, metaboloma, entre outros.

Esses dados serão transformados em algoritmos matemáticos, que serão utilizados para compor padrões clínicos. Dessa forma, eles serão responsáveis por determinar qual o melhor tratamento para o paciente.

Como implementar a medicina de precisão na minha clínica?

Mesmo que essa prática ainda não seja tão comum no Brasil, com algumas ações é possível implementar essa iniciativa na sua clínica.

A medicina de precisão é um tratamento mais complexo, mas também é capaz de oferecer um tratamento completo e assertivo para seus pacientes.

Veja abaixo alguns aspectos que você pode transformar na sua clínica para iniciar essa metodologia do jeito certo:

Conte com a ajuda de uma equipe multidisciplinar

Geneticistas, biomédicos e profissionais das mais diversas especialidades são essenciais para compor uma equipe multidisciplinar voltada para a medicina de precisão.

Assim, todos terão acesso a diferentes pontos de vista, que irão permitir que o paciente tenha um diagnóstico e tratamento mais precisos, a partir de uma análise detalhada do genoma e do quadro clínico.

Para que essa união dê o resultado esperado, é importante alinhar os processos do consultório e a experiência que será transmitida para o paciente entre todos os integrantes da equipe.

Use equipamentos de qualidade

A medicina de precisão demanda diversas análises e testes. Pior isso, é necessário ter acesso a equipamentos de qualidade no seu dia a dia. 

Os testes genéticos, por exemplo, são um dos serviços presentes nessa prática. Para que você possa oferecer esse resultado para seus pacientes, é preciso se preparar financeiramente para alugar esse equipamento, comprá-lo ou terceirizar o serviço. 

Personalize sua estrutura

Uma clínica especializada em medicina de precisão necessita de mais do que apenas uma recepção, sala de atendimentos e banheiro. 

Caso você opte por comprar os equipamentos, você irá precisar de uma sala exclusiva para esses exames, sem deixar de lado o conforto dos pacientes durante o processo. 

Além disso, o número de salas de atendimento também será maior, devido a equipe multidisciplinar que irá trabalhar junto com você. Dessa forma, eles poderão atender os pacientes e trabalhar da melhor maneira possível. 

Não esqueça de que, assim como qualquer outra clínica, é essencial que a estrutura seja organizada e prática para todos os profissionais. Essa organização precisa fazer parte da rotina de todos, já que no mesmo espaço irão trabalhar diversos médicos diferentes. 

Trabalhe com dados integrados

O grande diferencial da medicina de precisão é ter a disposição diferentes formas de análises e pontos de vista. São eles que irão ajudar na avaliação de diversos aspectos da vida do paciente e não apenas a doença em si. 

Para que isso ocorra de maneira prática e fluída, é essencial trabalhar com dados integrados na clínica. Dessa forma, qualquer resultado de testes e exames poderá ser anexado no prontuário do paciente, ajudando na análise de todos os profissionais envolvidos no processo. 

Assim, também será mais fácil compartilhar informações, afim de que todos os médicos tenham os mesmos dados e possam fazer uma análise completa baseada em fatos. 

Tenha a tecnologia a sua disposição

Como já mencionamos no início desse texto, a tecnologia tem uma grande participação nos avanços da medicina, principalmente se tratando de medicina de precisão. Por isso, é essencial ficar atento as inovações na área da saúde e estar aberto a implantá-las na sua clínica. 

Além disso, o software disponibiliza outras funcionalidades que são fundamentais no dia a dia de uma clínica, como agendamento online, prontuário eletrônico, relatórios de gestão e finanças, etc. 

Sendo assim, ter um sistema médico a disposição da clínica é perfeito para quem está procurando otimizar processos e integrar dados.