Como proteger sua clínica da crise


Pode-se dizer que estamos enfrentando uma crise econômica, e em tempos assim muito se fala em corte de gastos para evitar que as empresas sofram. Para os médicos não é diferente, no entanto, para proteger a clínica da crise cortar gastos é suficiente, mas sim desenvolver uma série de ações preventivas para que a lucratividade não baixe nesse período de turbulências, e não perder pacientes, claro.

Se você está buscando estratégias para não ficar pra trás nesse período, veja as dicas que da KOMMU selecionamos para você:

1. Presença nas redes sociais

O primeiro e talvez mais importante é estar presente nas redes sociais para interagir e entregar o máximo de conteúdo para o público, além de estar disponível para tirar dúvidas e dar suporte.

O uso das ferramentas de stories, vídeos e lives são opções interessantes para reforçar sua marca e seus serviços e manter o relacionamento.

2. Promova o seus serviços

Consultório e clínica são um negócio. Para garantir o sucesso da clínica ou consultório é preciso reconhecer que se trata de um negócio. Reforce os seus serviços e desenvolva campanhas institucionais.

3. Terceirize serviços para diminuir custos

Para atravessar uma crise econômica sem afetar a lucratividade da clínica é preciso cortar gastos de maneira estratégica. Ou seja, a redução de custos deve ser algo planejado e executado de modo a não comprometer a qualidade do serviço.

Nesse contexto, a terceirização de serviços médicos se apresenta como uma boa opção. De modo geral, além de reduzir custos com mão de obra e treinamento de funcionários, por exemplo, essa medida confere mais qualidade e credibilidade ao negócio.

Gostou das nossas dicas? Quer manter-se informado sobre gestão de clínicas médicas? Então, siga as nossas páginas no Facebook, no LinkedIn e no Instagram e não perca nenhuma novidade!